Filmes: Cake e Precisamos Falar Sobre o Kevin

Neste feriadão do trabalho eu me deparei com essa lista: 21 filmes da Netflix para quem adora desvendar a mente humana.

Na mesamo hora, entrei em meu Netflix e salvei todos eles na opção “Minha Lista”. Depois disso feito, fui num bar. Mas aí voltamos, porque nem só de cerveja e porções é feita uma noite 😉

Então comecei por “Cake”

Vale, antes de começar a dizer meus achismos, que eu não tenho nenhum tipo de formação crítica profissional, ou estudei conceitos, estilos, diretores nem nada disso. Uma opinião 100% baseada nos sentimentos que assistir algo me desperta.

2-Cake-quotes.gif

Bom, bora voltar pro Cake. Esse é um filme lento. Beeeeem lento. Me peguei inquieta diversas vezes. Queria saber logo a histórias dos personagens, o que os levou até ali. E alguns vão ficar sem respostas tá o.O

Mas não consegui parar de assistir, por curiosidade (sempre tive mais do que bom-senso, por isso ainda insisto nos de Terror), para ver se teria explicações, se eu compreenderia, se me traria uma luz do porque ficamos como ficamos diantes das dificuldades da vida.

Claro que ali tem casos extremos de problemas, coisas que eu não sou capaz de imaginar como deve ser realmente passar por isso. É um pingue-pongue de empatia e vontade de chacoalhar a pessoa pelos ombros e mandar reagir.

maxresdefault.jpg

De tentar entender o porquê, em um momento tão complicado, ainda pioramos tudo, nos tornamos pessoas horrorosas que tratam os outros de qualquer jeito, afastamos todos que nos amam e estão dispostos a estar ao nosso lado, mesmo com a gente tão quebrado e bagunçado por dentro.

Acho que foi principalmente isso que o filme me fez pensar, refletir e sentir ao final. Eu chorei nele, mas não pelas cenas em si, mas pelas coisas que ele fez eu lembrar da minha própria vida, como agi numa certa época, ou as decisões que tomei, as pessoas que afastei e as que hoje quero cuidar e ter na minha vida.

Mas um filme deste tipo só era pouco. Manda mais que a gente aguenta!

Então foi a vez de “Precisamos Falar Sobre o Kevin”

Embora ficção, traz muitas referências de histórias reais, como os tiroteios em colégios nos EUA.

Este filme me deixou mais incomodada do que gerou identificação de fato.

Narrado da perspectiva da mãe – o que achei bom, sem ficar dando audiência para o assassino – dá a entender que desde sempre ela sabia que tinha algo errado.

Será que é assim mesmo? É possível perceber tão cedo esses aspectos da personalidade? Falamos o suficiente sobre isso, para que os pais/ familaires/ tutores/ educadores façam algo em vez de proteger um futuro assassino e destruir tantas famílias, incluindo a deles próprios?

tumblr_m0hk25Ex0Z1qbwxizo1_500.png

Não digo isso para julgar ninguém, digo porque realmente não sei o que faria se fosse comigo. É muito louco pensar que algo poderia ser feito. Mas a sociedade condena uma mãe que não faz nada além de amar incondicionalmente seu filho. Será que se não exígissimos coisas assim poderíamos falar abertamente quando achamos que nossos filhos são perigosos para a sociedade, por exemplo?

O nível de manipulação mental é assustador. Pertubador pensar que existem realmente pessoas assim no mundo. Só posso torcer para nunca cruzar com uma dessas pelo meu caminho.

Por outro lado, também me choca como os outros passaram a tratar a mãe. Ela também teve a vida destruída.

Precisamos.Falar.Sobre.o.Kevin.720p.BluRay.x264-SPARKS.DUAL-BKZ.mkv_snapshot_00.58.24_[2012.07.08_05.00.31].jpg

Sem falar em todas as perguntas que vão consumí-la lentamente, sem deixar a menor chance dela se recuperar e voltar a ter uma vida feliz. “Eu poderia ter evitado isso? Onde eu errei para criar um assassino?”

Mas, principalmente, sem provavelmente nunca saber a resposta que vai consumir sua alma: por que?

Trailer Cake

Trailer Precisamos Falar Sobre o Kevin

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s