4 coisas que aprendi na minha primeira viagem nômade digital

Há alguns meses tive a coragem de largar 9 anos de uma vida profissional tradicional por uma que fazia mais sentido para mim e desde então só colhi bons frutos e parece que tudo a minha volta sente minha nova energia, atraindo cada vez mais coisas boas.

Mas até semana passada, eu estava apenas home-office, curtindo a liberdade que o trabalho com foco em resultados, e não em 8 horas de trabalho, proporciona. Cuidando melhor da casa, do corpo. Mas então chegou o momento de fazer minha primeira viagem como nômade digital.

Como a maioria das boas decisões que tomei na minha vida, foi algo sentido e não planejado. Em um domingo olhei para meu namorido e perguntei se ele topava ir para Paraty, onde aconteceria o Flip.

Ele topou e em poucas horas reservamos nossas diárias em um hostel pela internet, baixei o app mobile do evento e alguns mapas de turismo da região.

De volta ao aconchego do lar, compartilho aqui com vocês o que deu certo e o que não deu tanto e rendeu boas lições:

1. Organização, disciplina e responsablidades

Nunca fui dessas que disse que era fácil, apenas que para mim esse era um estilo de vida melhor. Eu sou uma pessoa com as características a cima já na vida pessoal, então replicar para o profissional é simples. Já tenho isso aqui em casa e tive que adaptar para uma nova rotina, na qual não estaria em minha escrivaninha o tempo todo.

Calculei bem o tempo de trabalho no período da manhã, tarde e noite. Importante entender que não são férias, você está trabalhando, por isso tem que saber que você pode ter que parar um passeio para cuidar de uma urgência, ou que você não vai dormir até mais tarde, pois precisa fazer as tarefas principais antes de sair para desbravar seu novo local de trabalho.

2. O que levar

Eu tenho uma mala que é tipo um kit de sobrevivência para o trabalho nômade digital. De equipamentos eletrônicos levo meu computador, meu celular e máquina fotográfica (sim, pois bateria de celular dura pouco e os registros não podem parar e assim, também, sua bateria vai durar mais, já que não vai usar seu smartphone para isso).

Além disso tenho uma capinha de bateria extra, carrego carregadores dos aparelhos e uma régua de tomadas. Na parte mais tradicional, um organizador de bolsa leva minha agenda, ainda de papel, minha carteira, um bloquinho rápido para anotações, caneta, lapiseira e uma grifa texto. O livro do momento, guarda-chuva e uma necessaire com escova, antialérgico e protetor labial sempre vão juntos também.

3. Infraestrutura

Esse foi um dos casos que não deu tão certo assim. Eu apenas vi no site de reservas que o hostel tinha wi-fi e para mim esssa informação bastou. Porém, quando cheguei em Paraty já fiquei com um pouco de pânico nas primeiras horas, pois com chuva a cidade fica sem sinal de nada, de 3g, wi-fi e de máquinas de cartão. Cacei lan houses, restaurantes e nada. Só quando o tempo abriu a internet funcionou bem. Mas nesse período eu não conseguia nem ver e-mails, mesmo com as tarefas principais feitas em dia, eu não tinha como acompanhar ou ajudar minha equipe. Nessas horas o importante é ter uma boa comunicação, que saibam onde você está e assim eles podem cobrir algum problema, que foi meu caso, mas não é legal, por isso, pesquise de verdade se o local para onde vai permite que você atue como um nômade digital, se não, deixe para as férias.

4. Se joga!

E esse foi o maior aprendizado. Não quero ser spolier pois espero contar aqui algumas das histórias de pessoas que também escolheram um estilo de vida nômade, mas no primeiro dia eu fui mais observadora, fiquei com medo de não dar certo a experiência, estava receosa, mas depois fui ficando mais corajosa e aventureira, foi quando a mágica começou a acontecer. Simplesmente, pessoas interessantes e cheias de coisas incríveis para contar surgiram. E, pela primeira vez, senti em cada poro do meu corpo que: “viajar é a unica coisa que você compra e te deixa mais rico”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s