Dia do homem: Pesquisas revelam mudanças no perfil do público masculino

No próximo dia 15 de julho será comemorado o Dia do Homem. A data surgiu com o objetivo de incentivar o cuidado com a saúde masculina, mas ainda é desconhecida por muitos. Esta ocasião, porém, é uma ótima oportunidade para analisar as mudanças no comportamento masculino nos últimos anos. Hoje, eles se preocupam mais com os filhos e se interessam pelas atividades domésticas, que vão muito além de limpar a casa e levar as crianças para a escola.

Na agência de relacionamentos Par Ideal, de Curitiba, é possível perceber essa quebra de paradigma. Dos homens cadastrados à procura de uma parceira, 98,3% afirmam que estão dispostos a ajudar na educação dos filhos, o que mostra que os pais estão cada vez mais ocupando funções até então consideradas femininas e se tornando mais próximos dos seus filhos.

E no seu dia, muitos homens comemoram o crescimento do número de guardas concedidas para que eles sejam os principais responsáveis pelos filhos. O direito ou o dever de cuidar e educar a criança e o adolescente, após o fim da relação, não é necessariamente da mulher e muitos homens fazem questão desta tarefa e brigam por isso. Na Par Ideal, entre os cadastrados, 66% têm filhos, sendo que 12,5% conquistaram na justiça, ou por consenso, o direito de criá-los. Na faixa entre 41 e 50 anos o índice é ainda maior, 30%. “O número pode parecer pequeno, se comparado ao direito conquistado pelas mulheres, mas já é uma mudança representativa”, afirma a proprietária da agência, Sheila Rigler.

Nas tarefas domésticas, 93,7% dos homens garantem que ajudariam a sua parceira. Os menores índices de aceitação estão entre os homens mais velhos, principalmente entre 51 e 60 anos. “Quando abri a agência, os homens eram muito mais resistentes a esse tipo de atividade”, relembra Sheila.

Cuidados com a saúde

Saúde do Homem

Dados do Ministério da Saúde revelam que os homens estão muito mais preocupados com a saúde e o bem-estar do que as mulheres. 39,6% deles praticam alguma atividade física contra uma frequência de 22,4% entre elas.

De acordo com Sheila, hoje, eles estão usando o cuidado com a aparência e a saúde como um aliado para as relações profissionais e pessoais. “Longe de ser um metrossexual, o homem vem buscando se cuidar cada vez mais, o que os ajuda não apenas na estética, mas no aumento da qualidade de vida”, finaliza.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s