Jornalista, leitura para refletir

Sempre tive o portal Observatório da Imprensa entre minhas leituras obrigatórias como jornalista, são textos diários com muitos debates e reflexões, alguns ensinamento, enfim, deveria fazer parte do seu mundo e não só se você for um jornalista, mas se for um produtor de conteúdo, não importando sua formação.

Hoje li um texto do Cleyton Carlos Torres excelente, sobre o “Verdadeiro desafio do jornalismo nas redes sociais”.

Com a apropriação das redes sociais nas redações, o jornalismo deparou muito mais com um problema de gestão do que de produçãoe adequação. A gestão, aqui, vai além de novos modelos de negócio. O grande desafio para o jornalismo é a gestão engessada de visão e comportamento que não se concilia com o atual momento vivido pela informação online. É como encaixar uma peça redonda em um buraco quadrado.

Perder o controle da informação, produzir um plano editorial individual para cada canal social e, ao mesmo tempo, ser capaz de integrar todos os meios, é um desafio de gestão, não apenas de produção. O jornalismo digital que quer usufruir das redes sociais precisa ter em mente que há curadores de conteúdo tão influentes quanto veículos “oficiais” oferecendo análises tão profundas ou furos tão extraordinários quanto qualquer mídia tradicional.

Concorda? Será que cada canal exige um caminha diferente?

Eu gosto de pensar um pouco mais além, não acho que o pensamento é exclusivamente sobre cada canal, mas sim, sobre cada conteúdo, para mim é o texto que vai nortear onde ele deve sair, a forma como deve virar um tweet ou um post e se é que deve virar. O conteúdo é mutante, muito mais que os canais, que são um meio.

Anúncios

Um comentário sobre “Jornalista, leitura para refletir

  1. É bem verdade que hoje tem muita gente escrevendo de modo informal, postando muitas coisas de maneira não muito ordenada e competindo assim, meio que sem querer, com o jornalismo profissional, que depende de respaldo e afins para publicar algo sério, e deste modo gerando o “desafio do jornalista” citado acima. Publicar está cada vez mais fácil e acessível, independente de razão ou interesse. Entretanto, concordo com a opinião de que o é conteúdo que irá gerir a rota do texto. “O conteúdo é mutante, muito mais que os canais, que são um meio.” Este, inclusive distinguirá os sérios, reais e preparados do restante!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s